avaliação google
Compartilhe conhecimento
  • 4
  •  
  •  
  •  
  • 4
  •  
  •  
    8
    Shares

Tráfego Orgânico X Tráfego Pago: qual é o melhor para seu negócio?
5 (100%) 5 votes

Você já sabe que o site ou loja virtual de sua empresa são tão fundamentais quanto o espaço de uma loja física, certo? Eles são canais que ligam seu negócio aos consumidores e tornam possível o crescimento e expansão de sua marca na internet.

Com a acirrada concorrência no mercado digital, atingir uma boa visibilidade online é indispensável para se manter no páreo, ganhar destaque frente aos concorrentes, aumentar as vendas e se tornar autoridade no segmento de atuação.

É extremamente importante que seu site esteja bem posicionado nos resultados orgânicos das pesquisas do Google e demais buscadores. Mas saiba que essa não é a única via disponível para a conquista de mais acessos e clientes.

O primordial é que você conheça os conceitos de tráfego orgânico e tráfego pago, entenda como funciona o investimento e estratégias em cada tipo e analise qual opção pode se encaixar melhor nos objetivos de seu negócio.

Foi pensando nessas questões que preparamos este artigo. Aqui você vai saber tudo sobre tráfego orgânico e tráfego pago e, assim, estará seguro para fazer a melhor escolha para seu site. Confira!

Tráfego Orgânico

Quando falamos em tráfego orgânico, estamos nos referindo às visitas que acontecem ao seu site ou loja virtual de forma natural e espontânea, sem a necessidade de investimento em anúncios pagos.

Acessos orgânicos partem, principalmente, dos resultados de pesquisa com palavras-chave realizada nos mecanismos de buscas como o Google, Bing, Yahoo, dentre outros. Por isso não exigem, necessariamente, aplicações financeiras.

Um exemplo: você possui um escritório de contabilidade e em seu site você oferece o serviço de consultoria contábil em Porto Alegre. Se um internauta buscar pelas palavras-chave “consultoria contábil Porto Alegre” e seu site apontar como um dos resultados, o acesso a ele virá por tráfego orgânico.

É por essa razão que estar bem ranqueado nos buscadores, e em especial no Google, é tão importante para quem tem um site de vendas ou serviços. Quanto melhor a posição nos resultados de pesquisa, maiores são as chances de conquistar visitas para a página.

Porém, não pense que ao optar pelo tráfego orgânico você não terá que investir dinheiro em nenhum momento. Atrair mais visitantes e ficar bem ranqueado envolve tempo, dedicação e aplicação de algumas técnicas e estratégias que possuem custos. Veja a seguir.

Como aumentar o tráfego orgânico do site

Atrair visitantes para seu negócio online através do tráfego orgânico exige que haja planejamento estratégico e aplicação de algumas ferramentas de Marketing Digital. Dentre elas cabe destacar investimento em SEO, produção de conteúdo e e-mail marketing.

Essas técnicas provavelmente ocuparão seu tempo e, em determinados casos, necessitarão de dinheiro para serem postas em prática. Mas são garantia de ótimo custo x benefício, durabilidade e construção de bom relacionamento com os clientes.

Com o emprego de técnicas avançadas de SEO, seu site se torna otimizado para atingir bons posicionamentos no Google. E, como já falamos, bons posicionamentos nos buscadores garantem mais acessos orgânicos e visibilidade.

Já o investimento em produção de conteúdo gera tráfego baseado na oferta de textos, vídeos, infográficos e demais conteúdos informativos, engajadores e que conferem relevância e credibilidade para seu site. O objetivo é oferecer ao usuário conteúdos de qualidade e que prendam sua atenção e interesse além do clique.

Fica a cargo do e-mail marketing construir e reforçar o bom relacionamento com os consumidores. Assim, além de você divulgar os conteúdos ou promoções de sua marca, o acesso à sua página acontece de maneira mais espontânea, proativa e interativa.

Esses são só alguns exemplos que tornam maiores as possibilidades de cliques orgânicos. Mas você pode ainda contar com o tráfego pago para aumentar os acessos ao seu site.

Tráfego pago

Como o nome já diz, o tráfego pago é a conquista de acessos e visitantes através de investimento financeiro em links patrocinados. Os internautas chegam até seu site após terem contato com um anúncio interessante para eles.

No tráfego pago também é essencial que você determine as palavras-chave que aparecerão no link. Elas são norteadoras para que seu anúncio atinja o público de forma mais direcionada e precisa, e consequentemente converta cliques em vendas.

Para entender na prática, imaginemos novamente que você possui o site de serviços contábeis. Nesta situação, você optou por investir em anúncios. Quando o usuário pesquisar “consultoria contábil porto alegre”, seu site aparecerá junto aos resultados orgânicos do Google, mas desta vez em formato de link patrocinado.

Neste caso, seu investimento é financeiro e na própria campanha que envolve o anúncio. Assim, não há necessidade de aplicar outras estratégias de Marketing Digital como no caso do tráfego orgânico, pois além dos resultados aparecem de forma rápida, o ranqueamento do seu site não é o determinante.

Outro pró interessante do tráfego proveniente dos anúncios, é que em algumas campanhas e ferramentas a empresa anunciante só pagará pelo número de cliques que receber. Sendo assim, há a garantia de visibilidade com a obrigação de pagamento apenas por acessos realizados.

Como investir em tráfego pago

Para investir em tráfego pago, seu maior “desafio” será escolher por qual ferramenta de links patrocinados você irá gerir sua campanha e definir os detalhes e objetivos antes de colocar seu anúncio no ar.

Há muitas opções disponíveis, mas dentre as melhores e mais utilizadas estão o Google Adwords, Facebook Ads, Instagram For Business e Bing Ads. Cada uma possui especificidades e diferenciais, cabendo ao anunciante optar por qual melhor se encaixa às metas da empresa.

O Google Adwords é referência no segmento. Além de proporcionar resultados rápidos e eficientes, oferece um serviço bastante personalizado e fácil de utilizar. Você não precisa ter experiência, só entender quais são os objetivos com os anúncios e investir neles.

Outra vantagem do Google Adwords é que os links patrocinados aparecerão não só na página de resultados de pesquisa do Google, como também em blogs e sites parceiros. Ou seja, seu anúncio irá além da página do maior buscador da internet.

O Facebook Ads, assim como o Google Adwords, possui o diferencial de proporcionar maior alcance que as demais ferramentas. Por ser a rede social mais usada no Brasil, garante que seus anúncios sejam vistos por milhares de pessoas, além de oferecer um ótimo serviço de segmentação de público-alvo.

Quanto ao Instagram For Business, a plataforma traz uma gama de opções para empresas explorarem as possibilidades dos links patrocinados, contando ainda com ótimas ferramentas de mensuração de resultados e acesso a dados sobre o perfil dos usuários.

O Bing Ads, apesar de ser menos utilizado que os demais citados, possui como vantagem a oferta de anúncios a um preço mais acessível, além de uma concorrência menor que no Google Adwords, por exemplo.

Mas, afinal, qual tipo de tráfego é o melhor?

Se você chegou até aqui, deve ter percebido ao longo do artigo que tanto o tráfego orgânico quanto o tráfego pago possuem inúmeras vantagens para quem possui um site ou e-commerce. E que para optar por um ou outro, é fundamental começar tendo objetivos bem definidos.

O tráfego orgânico, apesar de exigir mais tempo e planejamento estratégico, possui o diferencial de que os resultados são mais duradouros e podem garantir, além dos acessos, credibilidade e autoridade para a marca.

O tráfego pago, por sua vez, rende resultados mais imediatos. Mas se você não investir constantemente neste tipo de estratégia, poderá ver os retornos diminuindo na mesma proporção e velocidade.

Desta forma, entendemos que o ideal é que sua empresa se dedique a ambos os tipos de tráfego, visto que as especificidades são complementares e que a combinação delas garante resultados mais promissores a curto e longo prazo.

Além disso, ao aplicar estratégias para aumentar acessos tanto orgânicos quanto pagos, você conseguirá analisar os resultados e entender melhor qual alternativa é mais eficiente e funcional para seu negócio.


E para você, qual parece ser a melhor opção? Deixe um comentário nos contando sua opinião ou dúvida, teremos muito prazer em responder!


Compartilhe conhecimento
  • 4
  •  
  •  
  •  
  • 4
  •  
  •  
    8
    Shares