Fatores de classificação do mecanismo de pesquisa no Google 2021

Nelson Willian
Nelson Willian
Cofundador da WnWeb e NinjaSEO. Iniciou a carreira como Programador Back-End mas se especializou em Front-end. Atualmente respira Google e Marketing Digital. Sou especialista em SEO e análise de dados. Atuo na área desde 2011.

Índice do artigo

Índice do artigo

Qualidade do conteúdo, otimização com técnicas SEO e autoridade do seu domínio são os fatores de classificação do mecanismo de pesquisa do Google mais divulgados. Mas existem outros muitos que precisam de atenção.

Você é iniciante? Leia esse guia de SEO para iniciante.

13 fatores de classificação do mecanismo de pesquisa

Veja aqui quais são os 13 fatores de classificação do Google mais importantes para 2021.

1. Qualidade do conteúdo

A qualidade do conteúdo deve ser a primeira preocupação de quem deseja rankear para o Google. Por mais que a página esteja otimizada com as  técnicas necessárias, sem um conteúdo de qualidade, dificilmente seu site estará entre os mais recomendados pelo buscador. 

Mas, o que seria considerado um bom conteúdo em SEO? Ele precisa ser:

Minucioso – Um conteúdo minucioso é aquele que responde de forma completa às questões de alguém, sanando todas as suas dúvidas em uma única postagem.

Provavelmente, é por isso que aqueles conteúdos mais extensos são melhores classificados. Eles têm maior capacidade de responder questões do que um que seja breve, com poucas palavras.

Assim, o primeiro ponto a observar em seu post é se ele está completo e minuciosamente construído para responder às questões do usuário.

É provavelmente por isso que um estudo da indústria descobriu que o conteúdo mais longo se classifica acima do conteúdo curto:

Portanto, certifique-se de que seu conteúdo seja minucioso e completo.

Útil – Agora que seu conteúdo está completo e é capaz de responder todas as questões de seu público, pergunte-se quão útil ele é. Será que é isso que as pessoas querem ler quando fazem uma busca? Sua postagem está alinhada com a intenção do usuário?

Por exemplo, se alguém pesquisa “exercícios crossfit”, é mais interessante para ela encontrar dicas de exercícios do que um artigo que fale sobre o esporte.

Estruturado – A estrutura de seu post vai interferir diretamente na experiência do leitor, por isso é importante que a leitura seja facilitada e tenha fluidez. Para isso, a quebra do texto em blocos de dois a três frases é o mais indicado.

Quanto mais fácil de ler, mais interessante para o Google e para o leitor.

conteúdo-otimisado-seo

2. Exclusividade do conteúdo

Ter conteúdo completo e minucioso é a primeira recomendação, mas todo mundo que estuda SEO sabe disso. Por esse motivo a internet está cheia de conteúdo assim. O que vai fazer com que o seu seja destaque é a exclusividade.

Além de ser diferente de outros conteúdos presentes em outros sites, o seu texto precisa ser único dentro do seu site também. 

Essa regra vale especialmente para palavras-chave muito concorridas. Chegar às primeiras posições na primeira página do Google pode ser um sonho mais palpável quando se trabalha conteúdos exclusivos e diferenciados. 

Use como parâmetros o primeiro conteúdo da primeira página de pesquisa do Google para aquela palavra-chave. O seu precisa ser mais completo, mais otimizado e mais exclusivo do que ele.

3. Página totalmente rastreável

Os rastreadores trabalham incansavelmente em busca de páginas pela internet. Eles precisam encontrar a sua. Para se certificar de que ela será rastreada, o uso do Google Search Console é importante.

O recurso Inspeção de URL é que vai dizer se isso está ou não sendo feito. Caso sua página não esteja sendo rastreada, essa ferramenta vai dizer o que há de errado e você terá uma boa noção do que fazer para corrigir isso. 

Resumindo, os rastreadores precisam encontrar você. Eles estão à procura e é você que deve trabalhar para que seu site fique à mostra. Os buscadores lhe dão ferramentas para isso, explore-as.

4. Site otimizado para celular

Os aparelhos se modificaram e as pesquisas na internet são feitas, em grande parte, atualmente, através de dispositivos móveis.

Sabendo disso, você deve otimizar seu site para que ele trabalhe bem em qualquer um deles. Isso é importante para o usuário e, portanto, também para o Google e demais buscadores. 

Seu site deve ser rápido e responsivo para que seja classificado como relevante e seja bem colocado nas pesquisas. Páginas que não atendem a esse fator podem ser rebaixadas e mostradas com avisos para os usuários. 

Felizmente, o Google criou uma ferramenta gratuita chamada “Teste de compatibilidade com dispositivos móveis”. Ela  diz se a sua página está otimizada ou não para celular e dá recomendações de como corrigir e fazer ajustes.

5. Número de backlinks

Um backlink é como um voto de outro site. Os maiores mecanismos de busca utilizam esses votos para decidir quais páginas são mais relevantes a ponto de aparecerem entre os dez primeiros nos resultados de buscas.

como-construir-backlinks

Sendo assim, se trata de uma disputa e quem tiver o maior número de backlinks é o vencedor. Por isso a importância de montar estratégias link building que aumentem a quantidade desses links em sites parceiros de autoridade.

6. Autoridade de Domínio

Ter muitos links apontando para sua página pode ajudar bastante em seu rankeamento, melhorando sua classificação pelos motores de busca. Além disso, esses links podem ajudar a fortalecer a autoridade de seu domínio.

Quanto maior for a autoridade do seu domínio, melhor será a classificação dele pelos motores de busca. Seu site precisa de um conteúdo fantástico para conseguir muitos links e aumentar a autoridade do seu domínio. 

7. Texto âncora

O texto âncora é aquele que tem o seu backlink. É com base nele que o buscador descobre do que se trata uma página. 

Quando um link aponta para seu site com o texto âncora “backlinks”, ele está dizendo ao Google (e a outros buscadores) que aquela sua página trata de backlinks. Quanto mais sites usarem links com esse tema apontando para o seu, mais forte será a certeza de que é sobre aquele assunto que sua página trata. 

8. Velocidade de carregamento do site

A velocidade de carregamento é um dos fatores essenciais de classificação, principalmente para celulares e dispositivos móveis. 

Um site que com lentidão tende a não rankear e a ser ultrapassado por aqueles mais velozes.  Por isso, otimize suas imagens e seu conteúdo para que a velocidade seja cada vez maior e a experiência do usuário seja satisfatória. 

9. Uso de palavras-chave

como-usar-palavra-chave

Uso de palavras-chave é essencial para se competir com outras páginas na classificação de busca dos motores. Sem elas é impossível mostrar ao buscador sobre o que se trata a sua página.

Você deve encontrar uma palavra-chave que se adeque ao seu conteúdo e planejar suas aplicações dentro da página. É necessário utilizá-la de acordo com o que os rastreadores querem encontrar. 
Portanto,  conheça os anseios dos motores de busca, entenda o que eles procuram e crie uma estratégia para fazer exatamente aquilo que eles querem. Utilize a palavra-chave no título do conteúdo, em seu corpo e na URL, sempre seguindo as práticas recomendadas de SEO.

10. Google RankBrain

O RankBrain é um dos algoritmos do Google. Sua principal função é descobrir o que o usuário deseja no momento da busca. Ele ´inteligente e está constantemente aprendendo e atualizando.

Por esse motivo é difícil otimizar conteúdos especialmente para ele. A ideia é entregar ao usuário exatamente aquilo que ele deseja encontrar e ter um conteúdo de qualidade extrema. Se agradar ao usuário, agradará ao RankBrain.

11. Correspondência de intenção de pesquisa

Seguindo a lógica do fator anterior, é preciso entregar ao público um conteúdo adequado às suas necessidades e desejos. Os buscadores estão priorizando sempre a intenção de busca e a satisfação do usuário e diminuindo suas exigências com palavras-chave e links. 

O Google monitora o comportamento dos usuários. Se pesquisam uma palavra-chave, logo são apresentados os resultados. Suponha que ele clique no primeiro resultado e, logo em seguida, retorne à página de buscas para clicar em outro resultado.

A interpretação do motor de busca é que aquela página não corresponde às expectativas de quem busca aquele termo. Se isso acontece repetidas vezes, aquele site cai de posições e dá lugar a outro que ofereça uma melhor experiência.  

Mas se você clicar em um resultado e obter exatamente o que estava procurando, o Google colocará esse resultado no topo.

12. Novidade do conteúdo

O Google não tem interesse em classificar coisas desatualizadas. Por isso todo conteúdo novo tende a receber um tráfego maior durante algum tempo. 

Quando surgem novos conteúdos, logo ele cai na posição de classificação. Por esse motivo, poste sempre novos conteúdos e atualize de tempos em tempos os mais antigos.

Isso fará com que seu site mantenha suas posições nas páginas de busca e receba tráfego de qualidade. 

O Google percebe o comportamento dos usuários nas suas páginas. Quando ele percebe que há uma boa interação, mantém a posição. Para que isso seja possível, mantenha seu conteúdo atrativo e atualizado.

13. E-A-T(expertise, autoridade e confiabilidade)

eat-autoridade-expertise-confiabilidade-seo

Em outras palavras:

O Google deseja promover conteúdo escrito por especialistas legítimos sobre o assunto.

Aqui estão três dicas rápidas para ajudá-lo a otimizar para E-A-T.

Identificar Autores – Facilite para o Google saber QUEM escreveu um determinado conteúdo. E sempre que possível, contrate ou trabalhe com especialistas respeitados em sua área.

Seja transparente – Certifique-se de que os usuários possam entrar em contato com você facilmente (usando um formulário de contato ou endereço de e-mail).

Reputação é importante – Os avaliadores de qualidade do Google são instruídos a examinar a reputação de um site fora dele.

Em outras palavras:

Eles monitoram o que as pessoas online estão dizendo sobre o seu site.

E se o seu site tem uma reputação de publicar conteúdo útil e confiável, isso vai ajudar muito na sua classificação.

Compartilhe este conteudo.
Conteúdo Relacionado: