Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Como subir um site no ranking de buscas do Google?
5 (100%) 6 votes

Se você deseja começar a ganhar dinheiro através da internet, sem dúvidas já ouviu falar sobre o quanto é importante estar bem posicionado no Google. Conseguir colocar seu site na primeira página de pesquisas ou nas primeiras posições é um verdadeiro desafio e o principal objetivo que a maioria das empresas desejam alcançar, independente de seu segmento.

Para te ajudar nessa tarefa, conheça aqui dicas e ações que poderão ser extremamente úteis para que seu site consiga chegar ao topo do ranking de buscas do Google.

Passo a passo para ranquear um site no Google

– Passo um: Identifique o que atrapalha seu site

A primeira ação para fazer com que seu site suba no ranking de buscas do Google é realizar uma boa pesquisa em seu site, que seja preferencialmente profunda para que você consiga enfim identificar o que está atrapalhando seu site a aparecer no topo das buscas, dando a ele uma impressão negativa.

Todas essas atitudes são essenciais, pois a velocidade que seu site abre e carrega interfere diretamente em seu posicionamento no Google, além de gerar boas e más impressões aos visitantes e clientes em potencial.

Existem ferramentas que podem ser utilizadas para que você consiga identificar os principais erros que estão atrapalhando seu site, sendo elas:

  • Load Impact;
  • WebToolHub;
  • PageSpeed Tools;

– Passo dois: Como aumentar a velocidade de carregamento de um site?

Existem diversos fatores responsáveis por fazer seu site travar ou carregar de forma lenta. Mas, esses problemas podem ser resolvidos de forma rápida e prática apenas com algumas ações no site. Mas, o que pode estar interferindo e como resolver esses problemas?

Confira a seguir algumas dessas interferências e o que você pode fazer para solucionar problemas de carregamento em seu site:

  1. Imagens pesadas

A quantidade de imagens pesadas, principalmente quando estão em excesso fazem com que qualquer site fique extremamente lento. Isso acontece por causa da quantidade de dados que são trocados entre os servidores e sites.

Para resolver esse problema, basta no momento da criação de um projeto, compactar as imagens antes de realizar o envio delas para o servidor, ou então você pode simplesmente rever seu projeto e trocar as imagens para que seu site fique mais leve. Além disso, a internet disponibiliza diversas ferramentas que podem ser de extrema utilidade para realizar a redução dessas imagens. Caso você não queira instalar um programa, você pode até mesmo utilizar sites onde essa redução de imagens pode ser feita online.

Alguns desses sites são:

  • Compress JPG;
  • Optimizilla;
  1. Reduza os arquivos CSS, JavaScript e HTML

O CSS, JavaScript e até mesmo a linguagem HTML são extremamente pesadas em um site, dependendo claro da forma com a qual essas linguagens foram decodificadas ou escritas.

Para resolver o problema com as linguagens de códigos, basta editar os arquivos, excluindo os espaços e linhas o que pode será bom para reduzir o código e economizar espaço e tempo na hora do seu site carregar. Caso você não site como realizar essa redução e também dependendo da tecnologia que foi utilizada na hora de criar seu site, como o uso do WordPress, por exemplo, você pode realizar essa redução com plug-ins e ferramentas totalmente online.

Conheça algumas opções que poderão ser extremamente úteis nesse momento:

  • CSS Minifier;
  • CSS Compressor;
  1. Excesso de plug-ins e gadgets

Usar muitos plug-ins e gadgets parece ser bastante interessante para otimizar a experiência do site, principalmente para que ele contenha diversas funcionalidades diferentes e divertidas. Mas, todo esse “divertimento” pode acabar deixando seu site sobrecarregado e consequentemente, lento.

Esse é o problema mais fácil de se resolver, pois essas funcionalidades em excesso podem ser removidas de forma rápida e simples diretamente no painel administrativo do site, no mesmo local onde você adicionou eles. Para isso, basta analisar o que realmente pode ser necessário para uso em seu site, desinstalando aqueles que só estão pesando em todo seu site.

– Passo três: O Google utiliza as palavras-chave para ranquear, não um site específico

O Google não determina o posicionamento através do site e sim das palavras-chave que esse site utiliza. Diante da tamanha popularidade que o SEO adquiriu e da importância do Google nos negócios, muitas pessoas acabam esquecendo da verdadeira lógica por trás dos mecanismos de buscas.

Quando se falam em buscadores da internet, fala-se também em palavras-chave, pois elas são as responsáveis por todo essa mecanismo de buscas, além também de serem o principal objetivo em uma ação de otimização.

Ou seja, quando você planeja ou executa uma campanha de otimização ou SEO, todo o trabalho está em torno de uma palavra-chave e não do seu site como um todo. Essa é uma confusão que muitos iniciantes que não possuem conhecimento na área acabam tendo.

Dessa forma, uma boa posição nos sites de busca só é conquistada através de um termo ou palavra-chave e não pelo seu nome em si. Portanto, os sites são posicionados de acordo com as palavras, como por exemplo “restaurante no Rio de Janeiro” não “site de qualquer restaurante no Rio de Janeiro”. Entendendo isso de forma clara, seu conceito e a lógica utilizada pelos mecanismos de busca você precisa entender um outro passo também importante para conseguir subir no ranking de buscas do Google, a otimização On Page.

– Passo Quatro: Realize a otimização On-Page

Essa forma de otimização está diretamente relacionada a todas as características que são utilizadas na identificação e diferenciação de uma página nos motores de busca. Essas identificações são verdadeiras pistas que são passadas aos buscadores sobre aquele determinado site e a relação direta desse site com a palavra-chave que foi buscada.

Os principais elementos em uma página que são considerados de total importância e que precisam passar pela otimização são:

  1. Título da página

Quando o assunto é SEO, o título da página é determinante para a otimização. Como muitos pensam, esse diferencial não precisa ser o nome da página exatamente ou o título de um artigo.

Esse diferencial está diretamente ligado à uma marcação no HTML, sendo identificado como o termo que aparecerá para os visitantes e os sites de busca. De forma geral, os títulos não podem ultrapassar 63 caracteres para que o Google não o corte.

  1. Descrição interna

Fragmento textual que fica abaixo do título em um resultado de busca, a meta-descrição é o resumo de sua página e você deve utiliza-la para convencer o usuário de que essa página está de acordo com todo o conteúdo que esse usuário busca nos mecanismos de busca.

Essa descrição não é determinante na hora de melhorar ou piorar o posicionamento do site, lembrando que o Google consegue um resumo automático de páginas que não possuem uma meta-descrição.

Porém, fazer uma descrição interna pode se transformar em uma verdadeira isca para atrair visitantes ou tirar as dúvidas à respeito do conteúdo, principalmente se é um conteúdo relevante que merece ser lido.

  1. Endereço das páginas

A URL de uma página é o principal elemento que os robôs dos sites de busca procuram pela palavra-chave pesquisada pelos visitantes. Por essa razão, uma URL agradável para esses robôs é aquela que torna possível a identificação fácil de uma palavra-chave ao invés de códigos ou números, afinal, a compreensão também se torna muito mais fácil, não é mesmo?

  1. Texto com imagens

As imagens também são essenciais para uma otimização On-Page, pois auxiliam na identificação das palavras-chaves que estão relacionadas com o conteúdo postado no site.

O texto alternativo faz com que os mecanismos de busca consigam compreender qual é o assunto da imagem e se ela está relacionada com a página da internet. É essencial que os nomes nas imagens sejam simples e estejam de acordo com o resto do conteúdo.

  1. Títulos e subtítulos

Os títulos são identificados através dos códigos <h1>, <h2> e por ai vai. O <h1> é responsável pelo título da página e em seguida os demais códigos que o seguem de acordo com sua ordem de importância. A dica nessa etapa é utilizar a palavra-chave nesses códigos, tanto no título como nos subtítulos, pois eles reforçam a ideia que o conteúdo da página deseja passar ao visitante.

  1. Sitemap

O sitemap torna ainda mais prática a leitura do seu site pelos robôs dos sites de buscas. Quando você envia um sitemap, seu site será então reconhecido pelos robôs, aumentando as chances de um bom posicionamento.

– Passo cinco: Crie um conteúdo que seja relevante e utilize a palavra-chave

Não se fala em posicionamento ou SEO sem falar sobre a real importância da criação de um conteúdo relevante e de qualidade para conseguir fazer com que seu site esteja em um bom lugar no posicionamento de buscas do Google.

Para essa criação de conteúdo, é preciso planejar bem antes para conseguir os melhores resultados à longo prazo, além de se tornar uma verdadeira fonte de publicidade para seu site. Conheça a seguir algumas dicas que podem te ajudar a investir na criação de conteúdo e ranquear melhor o seu site no Google:

  1. Conte uma história real

Produza conteúdos que sejam originais, pois os leitores sempre estão em busca de autenticidade e informações que sejam relevantes. Para isso, basta utilizar uma boa narrativa e entregar ao visitante um conteúdo que seja exclusivo do seu site.

  1. Utilize informações que sejam verdadeiras

Para conquistar a autoridade no segmento utilizado e ter credibilidade com seu público, é preciso utilizar informações reais, seja qual for seu segmento. Para isso, basta pesquisar as fontes e os dados antes de utiliza-los em um conteúdo.

  1. Deixe seu público curioso apenas com o título do seu conteúdo

O título é o responsável por chamar os visitantes, sendo a verdadeira porta de entrada para que esses visitantes se interessem pelo conteúdo que você compartilha em seu site. Portanto, elabore títulos que chamem os visitantes e causam impacto neles.

  1. Torne seu conteúdo compartilhável

A melhor forma de se conquistar o sucesso com seu conteúdo é o poder que a viralização e o compartilhamento possuem, para isso é preciso que você tenha disponível no seu conteúdo a opção de compartilhamento.

  1. Utilize links em seu conteúdo

Coloque links corretamente em seu site, sendo essa uma excelente forma de melhorar seu posicionamento e aumentar a quantidade de usuários.

Neste guia você encontrou as principais ações que fazem com que seu site consiga subir no Ranking de buscas do Google. Sem dúvidas além dessas, existem outras ações e estratégias que podem ser utilizadas para que seu site conquiste resultados ainda melhores.

Lembrando que todas as ações compartilhadas aqui devem sempre ser revisadas e aplicadas, pois todo trabalho de SEO e otimização são parte de uma estratégia que qualquer empresa deve utilizar para conquistar bons resultados em seus negócios e claro, no ranqueamento do Google.

 

 

Pin It on Pinterest

Share This